terça-feira, 27 de maio de 2008

Churras e Sopa de Legumes!

Ainda aproveitando o feriadão e depois de uma quinta-feira solidaria, era hora do merecido descanso.

Resolvemos fazer um churrasquinho na sexta e quem quis ainda pode aproveitar a maravilhosa hidro do Foco, carinhosamente chamada de Sopa de Legumes.

O Foco fez uma couve bem fininha, temperada com limão, azeite, pimenta e muita e cebola e assou umas picanhas que estavam muito boas e um lingüiça apimentadissima! E como não podia faltar, Skol geladissima!

O show ficou a cargo das crianças Lis e Guilherme, que não pararam um minuto, e a Lis ainda levou boa parte da galera para dançar com ela em cima da ração do Ley, que ela espalhou pelo chão todo.

6 comentários:

Foco disse...

E que descanso!!!
Esqueceu de comentar das deliciosas pancetas na brasa.
É, foi bom!!!
Tão bom, que ficamos nessa até 2,30da matina....
Precisamos fazer isso com mais frequencia.
Abraços.

Renata disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renata disse...

Renata disse...
Pois é... Adoramos o encontro. É sempre bom estar em Tatuí com pessoas carinhosas e cheias de energia.
Amei conhecer os filhotes de Dani e da Lu. E do Foco tbém, o Ley é demais. Foi tudo de bom. Sem dizer do churras que foi muito saboroso.
Precisamos repetir. Aproveito para reforçar o convite para todos virem para Piracicaba...um peixe na Rua do Porto é de lamber os beiços.
Abraço para todos
Renata

Foco disse...

Renata... é só combinar que já estaremos aí!

Marca um final de semana que a gente se programa....
Foi muito bom receber voces em casa.... espero o repeteco.
Beijos.

vi disse...

Para aqueles que não conhecem a "versão original", segue a "pópria":
Turma do Funil
Tom Jobim
Composição: Antonio Carlos Jobim / Chico Buarque / Mirabeau/Oliveira/Castro

Quando é tão densa a fumaça
Que o tempo não passa
E a porta do bar já fechou
Quando ninguém mais tem dono
O garçom tá com sono
e a primeira edição circulou
Quando não há mais saudade, nem felicidade
Nem sede, nem nada, nem dor
Quando não tem mais cadeira
tomo uma besteira de pé no balcão
Eis que da porta do fundo
Do oco do mundo
Desponta o cordão

Chegou a turma do funil
Todo mundo bebe
Mas ninguém dorme no ponto
Ah, ah!
Mas ninguém dorme no ponto
Nós é que bebemos
e eles que ficam tontos, morou
Eu bebo sem compromisso
É o meu dinheiro
Ninguém tem nada com isso
Enquanto houver garrafa
Enquanto houver barril
Presente está a turma do funil

Foco disse...

Aêêê!!! A nossa inspiração veio daí mesmo. rsrs