sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Acho que também fiquei cego...

Quando me propus à escrever uma resenha sobre o filme "Ensaio sobre a Cegueira", foi antes de ir ve-lo, amigo... como ta difícil.... estou me sentindo como uma criança em sua primeira paixão tentando escrever uma cartinha de amor, mas que no final só sai um "Te amo" e amei...

Critica é uma merda droga, não se leve pela minha nem pelas outras, o filme foi classificado em Cannes como "deprimente".

Não li o livro do Saramago para falar sobre a adaptação do Meirelles, mas a sensação que o filme passa, na minha opinião, é única, os contrastes entre o escuro absoluto e o estouro de luz nos leva a sentir na pele o que os personagens passam.

Já dizia o ditado, "Em terra de cego, quem tem um olho é rei", ao contrario do ditado, a única personagem que enxerga no filme só se preocupa em ajudar um grupo de pessoas, que estão esquecidas em um "hospital" em condições subumanas.

Eu acho que todo filme tem o seu valor, não é a toa que existem tantas categorias para premia-los, a fotografia do César Charlone é maravilhosa, ver tantos lugares por ande passei, conseguir reconhece-los e ver no que se tornaram no filme é demais. Mas não tem um premio para o que mais me atraiu no filme, ele choca e toca.

Um adendo, o filme estreou em Cannes no mês de maio... queria saber quanto a Fiat pagou para colocar um Linea nele, e para a mulherada de plantão, a paixão de vocês pelo Gael vai diminuir um pouco... rs

3 comentários:

Mari Saraiva disse...

heheheehe....vou assistir!!! quero muitoooo, tenho uma amiga que trabalha na O2 e eu já fiz figuração lá.....rsrsrsrs sou atriz tbm kkkkkkkkk......então gosto muito do trabalho do Fernando Meirelles....vc já viu o blog do filme...o blog da O2??
entra lá
http://blogdeblindness.blogspot.com/
http://www.o2filmes.com/site.html

Laurita disse...

A Telma me emprestou o livro(ela estava grávida da Laura e não conseguiu ler, achou desesperador), eu adorei e li numa tacada só.
Quando terminei, por um átimo de segundo tive a sensação que estava cega e me perguntei como poderia sair do quarto. Muito louco....
Vou ver o filme, embora tenha certeza que o livro é insuperável.

lu_russa disse...

Eu li o livro,mas tenho expectativas realistas quanto ao filme, pois sei muito bem que nunca é igual, nem dá para ser igual.

Mas fiquei + curiosa ainda quando vi publicacoes em Portugal e na Espanha sobre o filme e o diretor, dizendo que o Meirelles está no fim da carreira e q esse filme foi a gota d`'agua, tipo, o q vai tirar ele de cena mesmo.
Fiquei curiosa com essa crítica tao dura, agora tenho q ver o bendito filme !! rsrs

bjao

LuRussa
www.garotinharuiva.blogger.com.br